Padre Fábio de Melo inicia o Círio Musical em Belém

0
24

Padre foi escolhido por votação do público.
Fiéis lotaram a Praça Santuário na noite deste domingo (13).

Padre Fábio de Melo foi o mais votado para a abertura do Círio Musical 2013. (Foto: Dominik Giusti/G1)

Muito aguardado pelo público, o Padre Fábio de Melo abriu a programação do Círio Musical na noite deste domingo (13), na Praça Santuário, em Belém. Milhares de fiéis foram para frente da Basílica ver o show, que teve cerca de uma hora e meia de duração. O padre foi escolhido para ser a primeira atração do evento em votação feita pela internet.

Imagem peregrina de Nossa Senhora de Nazaré foi levada ao palco pelas mãos do padre Franciso Silva. (Foto: Dominik Giusti/G1)A imagem peregrina de Nossa Senhora de Nazaré foi levada até o palco pelo padre Francisco Silva, momento que emocionou os fiéis, ao final da apresentação. O diretor da Festa de Nazaré, Kleber Vieira, também subiu ao palco, para entregar Comenda concedida pela Assembleia Legislativa do Pará (Alepa) ao padre Fábio de Melo, pela sua participação no Círio.
O show começou com o Padre Jeferson, que além de cantar, falou da importância de se acolher o amor de Deus. “Nós, cristãos, católicos, devemos dedicar a vida amando verdadeiramente as pessoas, para que Deus se torne visível. Ele antes nos amou, não vamos esperar pelo outro. Temos essa dívida com o Senhor. Nessa noite vamos acolher o amor de Deus, ter essa experiência”, disse.

Logo após a mensagem de Padre Jeferson, o Padre Fábio de Melo iniciou uma oração com o público, antes de entrar no palco. Ele lembrou sobre o Círio ser o Natal dos paraenses. “Muito obrigada, Senhor, por antecipar o Natal em nossa vida. Dois meses antes, teu filho chega ao Brasil pelas ruas de Belém. Obrigada doce Virgem de Nazaré”, comentou.

Com seus principais sucessos musicais, o público acompanhou o padre em “Cara de Família”, “Eu vim de lá”, “Chuva de Graça”, “Faz um milagre em mim”, entre outras. No intervalo de uma canção para outra, o pároco aproveitou para falar ao público mensagens cristãs, de valorização da família e de agradecimento à Deus. “De nada nos vale ter uma casa bonita, se essa casa não está repleta das pessoas que nos fazem feliz. Por isso devemos valorizar aqueles que estão com a gente, na alegria e na tristeza. O Círio é o dia da família”, disse.

O show também foi o momento em que o padre manifestou-se sobre sua relação com o
Círio de Nossa Senhora de Nazaré. Ele declarou que sempre acompanhava a romaria pela televisão, e que achava tudo muito exagerado, que recebia convites para participar, mas nunca tinha tido vindo à Belém nessa época. Até que quando veio à capital paraense, a sua opinião mudou. “Eu lembro bem desse dia, estava na sede dos Correios, na avenida Presidente Vargas. Achava o Círio exagerado. E quando vi a Berlinda, a movimentação da corda, a expressão no rosto das pessoas, senti aquela força. Nunca me senti tão pequeno”, revelou.

Público

A professora aposentada Eronildes Lobato foi para ver o show e também para ouvir as palavras do padre. (Foto: Dominik Giusti/G1)

A professora aposentada Eronildes Lobato chegou cedo à Praça Santuário para garantir um lugar à frente do palco: às 15h ela já estava no local para assistir o show. E foi sozinha, já que a família preferiu descansar em casa. “Não perco um show dele, é uma programação maravilhosa. Ninguém quis vir comigo, mas mesmo assim eu vim. Eu também estou cansada, mas é muito bom, que até passa o cansaço”, disse.

Ela destacou ainda que show não é só musical, mas tem um caráter evangelizador fundamental. “As palavras que ele fala aqui nos faz crescer, nos torna cada vez mais humano”, completou.

A vendedora Luz Magno destaca o mesmo papel dos shows católicos, para além de apresentações musicais. “O Padre Fábio de Melo é um exemplo de ser humano. Conheci a evangelização dele e me apaixonei. Me emociono muito porque ele fez uma mudança na minha vida, me tornei uma pessoa bem melhor. Eu era muito aborrecida, brigava muito com as pessoas, não tinha paciência. Aprendi que as coisas não devem ser feitas do jeito que eu agia”, disse.

Público lotou a Praça Santuário, em frente à Basílica de Nossa Senhora de Nazaré. (Foto: Dominik Giusti/G1)
Do G1 PA

Deixe uma Comentário: