Operação da Polícia Federal desarticula fraude em Capanema

0
47

Um prejuízo de aproxidamente R$ 1 milhão e 400 mil. Esse é o rombo nos cofres públicos de um esquema de fraude descoberto pela Polícia Federal em parceria com o Ministério da Previdência Social e Ministério Público Federal em uma agência da Previdência Social de Capanema, nordeste paraense.

A Polícia Federal cumpriu nove mandados de busca e apreensão nos municípios de Capanema, Bragança e Santa Luzia do Pará durante a operação ‘Quatipuru’, desencadeada nesta terça-feira (4).

Foto: Divulgação (PF)Foto: Divulgação (PF)

De acordo com a Polícia Federal, o esquema de fraude envolvia benefícios previdênciários em uma agência da cidade e tinha a participação de um intermediário. Os servidores envolvidos concediam indevidamente benefícios para pessoas supostamente da área rural.

A fraude consistia na reabertura de processos de habilitação em benefícios previdenciários, anteriormente indeferidos, por não comprovação de efetivo exercício de atividade rural e que, após, eram reabertos e concedidos por Revisão Administrativa, porém, sem o registro de fatos ou documentos que comprovassem efetivamente o exercício da atividade rural.

As investigações mostraram também que a fraude consistia na concessão de salário maternidade para supostas trabalhadoras rurais com apresentação de certidões de nascimento falsas. No esquema foram encontrados 78 benefícios irregulares.

Os envolvidos deverão ser indiciados pelos crimes de estelionato previdenciário, inserção de dados falsos nos sistemas previdenciários, falsificação de documentos e quadrilha. A operação contou com a participação de 40 policiais federais e oito servidores da Previdência Social.

ORM

Deixe uma Comentário: