MPE ingressa com Ação Civil Pública contra o Governo do Pará

168
MPE entra com Ação Civil Pública contra Governo do Pará por descaso com escola estadual de Quatipuru, no nordeste do estado. (Foto: Divulgação/MPE)

MPE alega descaso do estado para a escola estadual de Quatipuru.
Órgão pede multa de R$ 10 mil por dia além de R$ 200 mil de danos morais.

O Ministério Público do Estado do Pará (MPE-PA) ingressou nesta quarta-feira (24) com Ação Civil Pública com pedidos de tutela e liminares contra o Estado do Pará para garantir melhorias no espaço físico, contratações de professores e outros servidores de apoio na Escola Estadual de Ensino Fundamental Antônio Moraes do Nascimento, no município de Quatipuru, no nordeste do estado.

A medida foi tomada após apuração em inquérito civil das condições físicas da escola e da falta de profissionais. No dia 14 de dezembro de 2015, na visita realizada pelo MPE foi constatado que parte do prédio do estabelecimento de ensino estava em condições precárias, inadequado para funcionamento de uma unidade educacional.

“Tendo em vista esses graves problemas, a que estão sujeitos os estudantes e profissionais da escola, sem que houvesse resposta satisfatória para a melhoria do ensino oferecido por este estabelecimento escolar, a judicialização da demanda por meio da propositura da presente Ação Civil Pública fez-se necessária”, explica o promotor Nadilson Portilho Gomes.

Liminarmente, o MPE requereu que seja estipulada multa cominatória diária ao réu, pelo descumprimento da medida concedida, no valor equivalente a R$ 10 mil por dia de não atendimento da ordem judicial e mais R$ 200 mil por danos morais aos alunos e servidores da escola estadual.

A reportagem entrou em contato com a assessoria da Secretaria de Estado de Educação do Pará (Seduc) pedindo maiores informações sobre o caso, mas ainda não teve o retorno.

Do G1 PA

SEM COMENTÁRIOS

Deixe uma Comentário: