Moradores temem por novos acidentes em pontes

0
93

Quem precisa passar pela PA-446, em especial no trecho que liga os municípios de Primavera e Quatipuru, localizados no nordeste paraense, é obrigado a enfrentar os riscos ao passar em quatro pontes que existem na área.

Moradores temem por novos acidentes em pontes (Foto: WhatsApp)
Sem sinalização adequada e com problemas na estrutura de madeira, as pontes que ligam Primavera e Quatipuru oferecem riscos. (Foto: WhatsApp)

Aparentemente sem manutenção há anos, as pontes, que são feitas de madeira, deixam a população receosa diante da possibilidade iminente de quedas e acidentes mais graves.

Com medo de novos acidentes, moradores denunciaram a situação de abandono das quatro pontes em Quatipuru. Foto: WhatsApp.

Nos últimos meses, a situação das pontes o interior do Pará vem sendo colocada em dúvida, não somente pelos moradores das áreas que mais apresentam pontes com riscos, como também quem precisa passar com certa regularidade nos trechos.

Em março, parte de uma ponte situada no quilômetro 48 da Alça Viária, no município de Moju, desabou após ser atingida por uma balsa que trafegava no rio de mesmo nome. No início de julho, quase quatro meses após o acidente, moradores denunciaram as péssimas condições de outras pontes localizadas na área.

Há duas semanas, uma ponte na rodovia BR-230, a Transamazônica, que liga os municípios de Pacajá e Novo Repartimento, no sudeste paraense, desabou quandoalguns veículos transitavam nela.

A reportagem do DOL entrou em contato com a Secretaria de Estado de Transportes e aguarda posicionamento sobre as atuais condições da estrutura das pontes que ligam Primavera e Quatipuru.

(DOL)

Deixe uma Comentário: